Meio Ambiente

Morre o lobo marinho encontrado quarta-feira no Pontal

Instituto Biota informou que fará biópsia para identificação da causa da morte

Por Marinete Barros, 26 Jul de 2012 - 14:18

Foto: Biota Foto: Biota

Morreu na madrugada desta quinta-feira (26) o filhote de lobo marinho (Arctocephalus tropicalis),  encontrado na quarta-feira no Pontal da Barra, em Maceió. O animal tinha sido levado pelo Instituto Biota de Conservação para ser reabilitado e reintroduzido ao mar ou encaminhado para tratamento em Pernambuco, na Ilha de Itamaracá, no Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Aquáticos (CMA), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

 

 

 

Pelo estado debilitado e muito magro em que se encontrava, o lobo marinho não resistiu muitas horas com vida, conforme informou o biólogo do Biota, Bruno Stefanis. O animal tinha sido encontrado encalhado, por um pescador, na Praia do Pontal da Barra,  que acionou o Corpo de Bombeiros. Participaram do resgate o Instituto de Meio Ambiente (IMA), Batalhão de Proteção Ambiental (BPA) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

 

 

 

O Biota informou que o animal passará por biópsia para identificação da causa da morte. Os técnicos avisam que quem encontrar exemplares marinhos encalhados devem acionar os órgãos ambientais e o Instituto Biota de conservação, pelos números 82- 9115-2944/8815-0444/9115-5516 ou 3355-1336.

 

 

 

Lobo Marinho

 

 

 

O lobo marinho é um mamífero marinho, tem uma forma modelada par o meio aquático, o seu corpo é uniforme e apresenta 4 membros transformados em barbatanas.

 

 

 

Apesar de habitar em mares temperados, o lobo marinho apresenta uma camada de gordura subcutânea, que serve de reserva alimentação, protecção mecânica e térmica.

 

 

 

O seu corpo é coberto de pelugem castanho-escuro que pode chegar a preto no dorso e vai clareando até ao ventre. A face ventral é uma zona clara, branca que varia de tonalidade sendo por isso utilizada para identificação dos animais.

 

 

 

Na face ventral encontram-se dois mamilos. Pode medir 280 cm e pesar até 400 kg.

 

 

 

Estes animais têm uma baixa natalidade mas em contrapartida vivem de 30 a 40 anos. A sua baixa natalidade deve-se ao facto das fêmeas atingirem a maturidade sexual entre os 4 e 6 anos de vida. O período dos seus nascimentos é entre os meses de Maio e Novembro, sendo que nos meses de Setembro e Outubro nascem mais. Cada fêmea tem normalmente uma única cria de 2 em 2 anos, muito raramente nascem gêmeos.

Comentários (0)

Deixe seu comentário

O seu comentário será exibido após a aprovação da nossa equipe.