Voltar ao topo
TRIBUNAL DE CONTAS s
Busca
Previsão do Tempo
Maceió/AL
Máx. 28° Min. 21°
Redes Sociais
Esportes
  • Orkut Button Share

Brasil vence Angola no handebol e pode ser líder

05 de Agosto de 2012 11:17

G1

Tamanho do texto A+ a-
       
Brasil vence Angola no handebol e pode ser líder

Depois de abrir nove gols de vantagem, a seleção brasileira feminina de handebol passou por um sufoco desnecessário nos minutos finais, mas nada que impedisse a vitória por 29 a 26 sobre Angola, neste domingo, na última partida da equipe na fase de grupos dos Jogos Olímpicos de Londres. A classificação para as quartas de final já estava antecipadamente garantida. Angola já estava eliminada. 

Com isso, o time brasileiro fechou sua participação no Grupo A com apenas uma derrota, na quarta rodada, para a Rússia. Agora, resta torcer para que, mais tarde, o time russo não vença Montenegro, equipe que já está garantida como quarta colocada na chave. Isso deixaria o Brasil em primeiro lugar do grupo, garantindo um adversário mais fácil nas quartas.

O jogo deste domingo se desenhava complicado para o Brasil, mas a seleção brasileira tratou de deixar as coisas mais fáceis depois de 10 minutos de partida. Foi quando a defesa passou a funcionar melhor e permitiu que o jogo, então empatado, ficasse na mão do time do Brasil.

 Nos 21 minutos finais do primeiro tempo, a seleção brasileira marcou nove gols e só permitiu quatro, indo para o intervalo com 14 a 9 no placar. No começo da segunda etapa essa vantagem só aumentou, chegando a ser de 22 a 13.

Mas aí o Brasil viveu um apagão. Tudo começou a dar errado e Angola conseguiu impressionantes 12 gols em 13 ataques, reduzindo a diferença para apenas dois gols a três minutos e meio do estouro do cronômetro, num momento que a seleção brasileira estava com uma jogadora a menos. Mas uma angolana também foi punida com dois minutos fora da quadra, Fernanda marcou um gol e deu tranquilidade ao Brasil, que chegou à vitória.

Silvia Pinheiro, Dara e Alexandra fizeram cinco gols cada pelo Brasil. Com isso, a ponta Alexandra chegou a 32 gols na competição e assumiu a artilharia olímpica. Onze desses gols, porém, foram de tiros de sete metros, o equivalente a um pênalti.

 

Comunicar erros nesta notícia
  • Comente essa notícia

  • Comentários:

    Deixe seu comentário:













Serviços
© Copyright 2011 Alagoas em Tempo Real
VG/Web - Agência Digital