Voltar ao topo
Ismair Cliente s
Busca
Previsão do Tempo
Maceió/AL
Máx. 28° Min. 21°
Redes Sociais
Alagoas
  • Orkut Button Share

Reeducandas do Santa Luzia lançam CD “As Flores do Forró”

03 de Julho de 2012 06:35

Agência Alagoas

Tamanho do texto A+ a-
       
Reeducandas do Santa Luzia lançam CD “As Flores do Forró”

Foto: Agência Alagoas

A Superintendência Geral de Administração Penitenciária (Sgap) lançou na tarde da última quinta-feira (28) o CD “As Flores do Forró”. A obra é resultado do trabalho desenvolvido pelo cantor Tony Câmara com as reeducandas do Grupo Feminino de Canto Popular Santa Luzia, durante as aulas de musicoterapia realizadas no sistema penitenciário.

O lançamento aconteceu no auditório da Secretaria de Estado da Defesa Social (SEDS) na presença de funcionários e gestores da Sgap, além de familiares das custodiadas. O grupo teve início em 2009 e, atualmente, é composto por oito reeducandas do Presídio Feminino Santa Luzia.

O lançamento do CD aconteceu em clima de festa, deixando as reeducandas - participantes do grupo – e cantor Tony Câmara, idealizador do projeto, visivelmente emocionados. Para que o CD pudesse ser viabilizado, foi decisivo o apoio do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por meio do projeto Começar de Novo, que em Alagoas é coordenado pelo desembargador Tutmés Airan.

O patrocínio do Supermercado Unicompra e da Impresart, também foram essenciais para a gravação do CD. O superintendente geral da Sgap, tenente-coronel PM Carlos Luna, declarou que a iniciativa é apenas o primeiro passo do trabalho de ressocialização por meio da música. “Pra mim, hoje é uma data especial. Esse CD é fruto do árduo trabalho realizado pelo Tony Câmara e estou muito feliz com o resultado. Espero que possamos realizar cada vez mais iniciativas como essa, sempre colocando o processo de ressocialização em primeiro lugar”.

Homenageado, Câmara se emocionou várias vezes durante o lançamento do CD. “O resultado da obra superou minhas expectativas. Ficou exatamente à altura do projeto, do trabalho que estamos desenvolvendo diariamente no sistema prisional. Espero que dessa forma a sociedade volte os olhos para os presídios e para os bons trabalhos que são realizados dentro deles”, afirmou o músico.

As reeducandas participantes do projeto também estavam comovidas com o evento. Ana Paula Torres, custodiada que faz parte do grupo, afirmou que não esperava ter uma oportunidade como essa dentro do sistema prisional e que essa realização pode abrir portas para uma futura carreira envolvendo a música.

“Essa iniciativa é maravilhosa. Já participei de um coral quando estava em liberdade, mas nunca tive essa chance no presídio. Como sei um pouco de violão, quando tiver em liberdade já penso em investir na carreira de cantora. Com o CD gravado, é mais uma forma de mostrar meu trabalho”, declarou.

Após cantar algumas músicas do CD, as participantes do grupo deram autógrafos para as pessoas presentes. Logo após, a festa continuou com a animação de um trio de forró pé de serra.

Comunicar erros nesta notícia
  • Comente essa notícia

  • Comentários:

    Deixe seu comentário:













Serviços
© Copyright 2011 Alagoas em Tempo Real
VG/Web - Agência Digital