Voltar ao topo
Coringa - novo - out s
Busca
Previsão do Tempo
Maceió/AL
Máx. 28° Min. 21°
Redes Sociais
Arapiraca
  • Orkut Button Share

Professores voltam a cobrar do governo solução para segurança no campus da Ufal de Arapiraca

19 de Junho de 2012 06:37

Assessoria/Adufal

Tamanho do texto A+ a-
       
Professores voltam a cobrar do governo solução para segurança no campus da Ufal de Arapiraca

Foto: Divulgação

 A Associação dos Docentes da Universidade Federal de Alagoas (Adufal), professores, alunos e servidores técnico-administrativos do Campus da Ufal de Arapiraca têm reunião marcada com o governador do estado, Teotônio Vilela, nesta quinta-feira (21), às 17h, no Palácio República dos Palmares.

 O encontro foi agendado durante manifestação realizada na quinta-feira (14), em Arapiraca, quando cerca de 300 manifestantes após reunião no Ginásio Esportivo Municipal, na Praça Ceci Cunha, saíram em passeata pelas ruas da cidade e  ocuparam por três horas a sede da Governadoria do Agreste.

 Os manifestantes cobram do governo solução para o problema ocasionado pela insegurança no Campus de Arapiraca tendo em vista as constantes fugas de detentos do Presídio Desembargador Luiz de Oliveira Souza, que funciona ao lado da instituição.

Parte das atividades da agenda de greve da categoria dos professores federais, em Alagoas, a manifestação foi, no entender do presidente da Adufal, professor Antonio Passos, uma demonstração de força e unidade da categoria. “Com grande satisfação, percebemos que contamos com o apoio, da população”, observou

 A segurança nos campi de Arapiraca e Maceió faz parte da pauta local de reivindicações da categoria em greve há mais de um mês. “Entendemos a inquietação dos companheiros, uma vez que a segurança é condição imprescindível para que o trabalho seja desenvolvido”, disse Antonio Passos. 

 Para a professora Eliane Aparecida Holanda Cavalcanti, do curso de Biologia da Ufal de Arapiraca, a atividade foi um ato político vitorioso - uma conquista do movimento que já vem ocorrendo mesmo antes da deflagração da greve nacional. “Precisamos de informações oficiais a respeito do problema que estamos enfrentando e tem sido muito positivo contar com a presença dos companheiros diretores da Adufal”, disse.

 “Considero que o problema da segurança aqui no Campus de Arapiraca tem que ser resolvido o mais breve possível, pois já estávamos sem desenvolver nossas atividades acadêmicas bem antes da greve nacional da categoria”, avaliou o professor Cícero Adriano, que ministra aulas nos cursos de Agronomia, Zootecnia e Administração da Ufal de Arapiraca,

 Conforme suas informações, professores, estudantes e servidores da instituição vão aguardar o resultado da reunião com o governo acampados na Praça dos Martírios, “Não podemos deixar de mostrar à sociedade a real situação em que nos encontramos. Precisamos urgentemente de uma solução concreta para o problema”, disse.

Comunicar erros nesta notícia
  • Comente essa notícia

  • Comentários:

    Deixe seu comentário:













Serviços
© Copyright 2011 Alagoas em Tempo Real
VG/Web - Agência Digital