Voltar ao topo
Cerutti s
Busca
Previsão do Tempo
Maceió/AL
Máx. 28° Min. 21°
Redes Sociais
Negócios
  • Orkut Button Share

BB reduz juros de veículos novos para micro e pequenas empresas

28 de Maio de 2012 20:41

G1

Tamanho do texto A+ a-

O Banco do Brasil (BB) reduziu os juros da linha de financiamento de veículos novos para micro e pequenas empresas e ampliou o limite de financiamento para até 100% do valor do bem.

A linha é direcionada às empresas com faturamento bruto anual de até R$ 60 milhõesA taxa mínima passa a ser de 0,77% ao mês, com encargos médios de 1,09% mensais, o que representa uma redução de até 21,3%, segundo nota divulgada pela instituição financeira nesta segunda-feira (28). A redução entra em vigor a partir desta segunda.

A linha BB Crédito Empresa – Veículos Novos permite financiar qualquer modelo de automóvel – exceto veículos pesados –, inclusive os acessórios, até 100% do valor do carro.

O Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) também pode ser incluído no empréstimo. O prazo de pagamento pode chegar a 60 meses, com até três meses de carência, e com prestações fixas.

Caixa baixa juros para financiamento de veículos pela terceira vezA linha é direcionada às empresas com faturamento bruto anual de até R$ 60 milhões.

Crédito para MPEs

De acordo com a instituição, desde o início das reduções de juros promovidas pelo BB, no dia 12 de abril, foram realizadas cerca de um milhão de liberações de crédito nas linhas para pessoas jurídicas priorizadas na estratégia, totalizando mais de R$ 9,9 bilhões.

“Este resultado corresponde a crescimento de 18,4% de desembolso de crédito médio por dia no período, comparado com março de 2012, mês imediatamente anterior à vigência das medidas”, diz o comunicado.

Somente no BB Giro Empresa Flex, principal linha de capital de giro para as MPE, o volume liberado é da ordem de R$ 2,1 bilhões desde 12 de abril. Crescimento de 38% na média diária de desembolso, comparado a março de 2012.

Promoção

O BB também anunciou uma promoção para lojistas durante o mês de junho, por causa das vendas do Dia dos Namorados, que inclui antecipação de vendas com taxas reduzidas e carência no pagamento de até três parcelas.

Os recebíveis, como cheques pré-datados, duplicatas e cartões de crédito, poderão ser convertidos em capital de giro com juros a partir de 1% ao mês, ante taxa média de 1,3% ao mês.

As condições especiais valem ainda para as empresas que contratarem empréstimos para liquidar operações em outras instituições financeiras. Com taxas a partir de 0,89%, prazo de até 60 meses e carência de até seis meses, o BB já liberou mais de R$ 768 milhões nesta modalidade, desde abril.

Comunicar erros nesta notícia
  • Comente essa notícia

  • Comentários:

    Deixe seu comentário:













Serviços
© Copyright 2011 Alagoas em Tempo Real
VG/Web - Agência Digital